21/06/2019

Obra da João Anselmo Brenneisen - Resposta da Promotoria

Dizem que uma foto vale por mil palavras,
                               neste caso não valeu por nenhuma


Se você levar um cavalo até a lagoa ele vai beber agua se tiver sede e mesmo sem sede pois seu instinto lhe determina aproveitar as situações

Se você levar uma verdade até uma pessoa ela só vai  aceitar se lhe for convincente ou conveniente.

Os obrigados a verificar tem normalmente três caminhos  em negar o OBVIO:  

1 - tenta desqualificar a denuncia, exigindo de outros a sua competência
2-  tenta desqualificar o procedimento, como se tivéssemos de entender dos meandros do processo judicial
3-  desqualificando o denunciante, atribuindo a este motivos espúrios e duvidando de fatos apresentados, mas sem verificar as provas e contra provas.


Nunca teremos argumentos suficientes para justificar,
pois nada é aceito ou confrontado-  lamentavel









2 comentários:

Itajubaindependente disse...

Se o MPSC não condena e acha normal a ligação de esgoto na tubulação de água pluvial que deságua na lagoa, como faremos para despolui-la?

Seria este um conflito de entendimento entre o MP e os órgãos ambientais? (Excluindo-se a fundema de BV)

Beto Mentes disse...

Este é o caso em que a foto é mais nítida do que a denúncia proposta. Pena que a imagem tão esclarecedora tenha sido usada em denúncia fundamentada de maneira tão amadora quanto a obra em questão. Porém, devido a gravidade do fato, pelo menos uma perícia na obra deveria ter sido ordenada pelo MP